Homem drogado arranca o próprio pênis em Parnamirim, na Grande Natal (RN)

Odair Araujo | quinta-feira, maio 01, 2014 | 1 comentários

A droga vem acabando com a vida de muita gente no Brasil e levando muitos a loucura, um fato curioso ocorreu na manhã de hoje, por volta das 8:30h, no bairro Bela Vista, em Parnamirim, na Grande Natal (RN), onde  de acordo com informações, um homem estaria sob o efeitos de drogas, inconformado com o fim de um relacionamento motivado por traição conjugal, ele acabou arrancando o órgão genital, Isto mesmo, decepou em via publica o seu pênis.
O homem estava visivelmente transtornado, sentou-se em uma calçada completamente nu, e com algo cortante arrancou fora os próprios testículos e pênis e saiu caminhando normalmente pela rua do bairro como se nada tivesse acontecido.
pp1
A cena deixou em panico os moradores, que presenciaram tudo e chamaram a PM e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU, logo o conduziu para o hospital Deoclécio Marques de Lucena. Segundo os moradores da rua disseram que o homem estava sob efeito de drogas e até o presente momento o decepador peniano não foi identificado.
O que a droga e o domínio de posse não faz, em caso de separação, ou melhor,  traição conjugal, muitos homens inconformados chegam ao cometer suicídio ou matar a mulher, que os deixou na mão, mas esse, totalmente drogado, resolveu não mas querer nada com nenhuma mulher, então ele arrancou o pênis em vez de assassinar a esposa, tornando-se assim improdutivo no ato da procriação e impossibilitado de manter relação sexual com um mulher em ato de penetração!
Coisa de doido! Cuidado, droga pode causa ou levar o usuário a esquizofrenia e loucura!
Nas redes sociais muitos alegam que tal ação de loucura é motivada pela falta de Deus no coração. Pergunto: Por que sempre Deus e o diabo são os mentores dos acertos e erros do homem? Repondo: Por que o homem não quer assumir os seu atos de acertos e erros e precisa de algo ou alguém para por culpa!

Fonte. Blog do Ari.  RN

Category:

1 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.