OPINIÃO DE PRIMEIRA - É um perigo essa gente que tem a mania de filmar tudo! - Por Sérgio Pires

Odair Araujo | segunda-feira, novembro 18, 2013 | 0 comentários

É UM PERIGO ESSA GENTE QUE TEM A MANIA DE FILMAR TUDO!

Nada como gravações e um dia depois do outro, para se pegar políticos demagogos, que mudam o discurso de acordo com o momento. Rolam na internet dois vídeos. Num deles, Luis Inácio Lula da Silva bate forte, com palavras duras, contra aqueles que criticam o Bolsa Família e chamam o programa do governo de Bolsa Voto. Foi num encontro político em 2009, quando ele estava em seu segundo mandato. Lula arrasou com os argumentos dos adversários, que acusavam o governo petista de dar esmola em troca de votos. O problema é o outro vídeo. Feito quase uma década antes, quando ele era o presidente de honra do PT e não havia ainda chegado à Presidência da República. Ali a conversa é muito diferente e o sentido totalmente inverso daquele Lula que defende o Bolsa Família, hoje, com unhas e dentes. No vídeo feito em 2000, o mesmo Lula senta o pau no governo de Fernando Henrique Cardoso, por ter programas sociais que davam comida para os pobres, através de programas semelhantes. "Isso despolitiza o processo eleitoral", criticava. 

O que disse Lula, em resumo, no ano de 2000: "Grande parte da população brasileira que é pobre, é conduzida a pensar pelo estômago". Lula comparou os programas sociais de FHC a história de Pedro Álvares Cabral, que distribuiu espelhos e bijuterias para os índios quando chegou ao Brasil, para dominá-los. O Lula de hoje defende o Bolsa como um programa vital para os pobres brasileiros. O Lula de 13 anos atrás, dizia que dar comida aos miseráveis é comprar votos. E ainda acusou a pobretada de ser comprada pelo estômago. Veja os dois vídeos: http://www.youtube.com/watch?v=83WUqpvddq8. Ah essa gente que vive gravando tudo! Assim, acaba expondo ao ridículo figuras públicas que mudam de ideia, dependendo para onde soprar o vento dos seus interesses... 

DIA PARA ESQUECER 

Dois fatos mexeram com a semana, em situações completamente diferentes, mas ambos envolvendo votações. O primeiro deles, lamentável e triste, que colocará a data na lista de dias que a Câmara Municipal de Porto Velho não gostaria de lembrar, foi a tenebrosa votação que absolveu todos os vereadores denunciados na Operação Apocalipse. O assunto vai demorar meses até que saia da pauta de protestos na Capital. Foi mais um evento que colocou a classe política, sempre muito criticada, cada vez mais para baixo. 

LEVANDO PEIA 

A outra votação teve também resultado surpreendente e outras conotações. A oposição ganhou de novo o comando do Conselho Regional de Medicina, transformando completamente a estrutura do órgão, que era comandado pelo mesmo pessoal há mais ou menos 30 anos. A chapa 2, que tinha o apoio do Palácio Presidente Vargas, deu uma verdadeira peia nas urnas, em seus adversários. Foram mais de 200 votos de diferença. As relações dos médicos com o Estado e a estrutura de saúde, tendem a melhorar bastante, daqui para a frente. Esperemos para ver... 

ÔNIBUS 

Não há ainda detalhes, porque o assunto é tratado, pelo menos até agora, como segredo. Mas a coluna antecipa que, em breve, haverá grandes novidades em relação ao transporte coletivo em Porto Velho. O prefeito Mauro Nazif teria em mãos um projeto para reduzir o preço das passagens e o custo seria coberto por um subsídio financeiro que sairia dos cofres municipais. Claro que ninguém confirma nada, porque ainda não houve definição dos detalhes, mas o assunto está sim sendo discutido. 

ATÉ AS CÂMERAS... 

Em poucos dias, seis escolas de Porto Velho foram arrombadas e furtadas. Numa delas, um chamado à PM fez com que os policiais chegassem a tempo de impedir que os ladrões "limpassem" o colégio e levassem tudo o que encontraram pela frente. Em outra, os bandidos levaram até as câmeras de segurança, como se estivessem gozando da cara das autoridades. Desde que os vigilantes foram substituídos pelas câmeras, o número de ataques às escolas aumentou muito. A Secretaria de Educação já previa isso, mas tem certeza de que, a partir de agora, as coisas se acomodarão. 


POLICIAL MORTO 


A violência tomou conta da Floresta Nacional do Bom Futuro, inclusive com a trágica morte de um policial do Mato Grosso, que fazia parte da equipe da Força Nacional de Segurança. Posseiros que saíram há quase um ano da área, ficaram esperando que o governo federal cumprisse a promessa de recolocação das famílias, mas, é claro, as promessas não foram cumpridas. Os invasores voltaram e seriam retirados à força, quando o conflito explodiu. lamentável! 


EM BOAS MÃOS 

Quando Waldo Alves foi chamado para a linha de frente do Governo de Confúcio Moura, parecia ser apenas mais um técnico, amigo pessoal do chefe, que iria chegar para compor o time. Engano. Em pouco tempo, o competente Waldo mostrou a que veio. Organizou áreas complexas, assumiu várias responsabilidades, dando conta de todas de forma objetiva, transparente e com resultado prático. Coordenou serviços à comunidade de qualidade e a custos muito abaixo do que se imaginava. Mostrou a que veio. Hoje, o que se ouve, é que a Seagesp, que coordena toda a estrutura do CPA e da Governadoria, não poderia estar em mãos melhores. 


PERGUNTINHA 


Quando o rondoniense vai saber, com certeza, quem serão os candidatos ao Governo do Estado no ano que vem?

Fonte: Sérgio Pires


Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.