Homem mata filho por medo de perder o emprego

Odair Araujo | terça-feira, novembro 24, 2015 | 0 comentários

Daniel Pereira Aires, de 43 anos, se diz arrependido de crime. “Foi um momento de bobeira, sempre fui um bom pai”, disse

O vigilante Daniel Pereira Aires, de 43 anos, suspeito de matar o próprio filho por medo de perder o emprego, alegou que sempre foi um bom para o garoto. Em entrevista à Rede Record, ele contou detalhes do crime bárbaro que chocou a cidade de Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba (PR). 

“Eu acho que eu fui um grande pai. Sempre tratei ele bem, com carinho e dei de tudo para ele” disse o vigilante ao “R7”.
Aires saiu com o filho de carro no domingo (15) e teria matado a criança estrangulada e asfixiada na zona rural da cidade. Ele se diz arrependido do crime. “Foi um momento de bobeira. Eu fiz uma besteira. No começo da situação, eu iria com ele, mas me afoguei. Daí, virei e vi ele se afogando e fui salvar ele. Tirei ele da água, mas ele já estava desfalecido. É imperdoável essa coisa que eu fiz. Se eu pudesse voltar a fita, seria totalmente diferente” relatou ele ao “R7”.
Depois de afogar a criança, o homem afirmou que se sentiu “obrigado” a matar o filho, pois a criança estaria agonizando. 

Aires era casado havia sete anos com a mãe de Erick. O casal havia se separado por um tempo. Quando voltaram, Aires decidir ter um filho para manter o casamento. Aires disse ao “R7” que quer retomar a vida fora da cadeia.  “Meu sonho agora é me livrar da Justiça e retomar a minha vida. Todo mundo merece uma segunda chance”, disse.

FONTE: POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Category: ,

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.