Rondônia vai parar: 17 entidades sindicais convocam paralização para dias 18,19 e 20 .

Odair Araujo | segunda-feira, março 16, 2015 | 0 comentários


Rondônia vai parar, dezessete entidades sindicais prometem parar todos os serviços públicos no estado, nos dias 18, 19 e 20 deste mês, até que o governo do estado cumpra as promessas feitas e ate agora não cumpridas, sendo que muitas delas foram acertadas com o “grupo de gerenciamento de crise” do governo do estado e nunca foram cumpridas.

As reivindicações do Sindsaude são auxilio alimentação, 6% assinados e não cumpridos, revisão do PCCR, vale Transporte do interior, condições dignas para os trabalhadores da Saúde do Estado, e principalmente o respeito e o reconhecimento pela categoria por parte do médico Confúcio Moura, que por enquanto é o atual governador.

As reivindicações das outras categorias praticamente são as mesmas, reposições salariais não cumpridas, principalmente os 6% não cumpridos em janeiro, melhores condições de trabalho, respeito às categorias, revisão dos PCCR, , e varias outras reivindicações.

Outra coisa que os dirigentes sindicais pedem é que a equipe de Confúcio Moura trate com mais respeito os dirigentes sindicais, pois as incontáveis reuniões entre dirigentes e autoridades do governo, praticamente não prosperam, sem falar que para o governo proceder às transferências financeiras, dos repasses descontados dos servidores, é uma humilhação, chegam a atrasar mais de 90 dias o repasse de valores descontados dos servidores, que são de obrigação do governo repassar as entidades sindicais “Isto é uma vergonha” falou um dirigente sindical ouvido pela Folha Rondoniense.

Com certeza essas paralisações dos serviços publico no estado de Rondônia, vai aumentar em muito o “inferno Astral” do governador Confúcio Moura, justamente nesse momento em que luta desesperadamente para manter seu mandato na justiça eleitoral, sem falar nas varias ações que pesam em seu desfavor no Superior Tribunal de Justiça, acontece por incompetência de seu grupo de gerenciamento de crise, uma paralisação gigantesca dessas, que praticamente atinge todo o serviço publico estadual.

Da Redação Folha

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.