Até onde vai a obrigação e o dever? Policial feminina é obrigada a tirar a roupa à força em delegacia para revista.

Odair Araujo | terça-feira, janeiro 06, 2015 | 0 comentários


Um vídeo mais que impressionante teve grande repercussão depois que foi divulgado na internet em 2011. 
E até hoje alcança o topo de acessos na internet.
O vídeo mostra a ação de um possível pagamento de propina a uma escrivã.


Os policiais Eduardo Henrique de Carvalho Filho e Gustavo Henrique Gonçalves, ambos da Corregedoria, tiraram a calça e a calcinha da escrivã que era investigada pelo crime de concussão, quando um servidor exige o pagamento de propina.

O caso aconteceu em junho de 2009. Ao longo dos 12 minutos do vídeo, a escrivã diz que os delegados não poderiam revistá-la, mas que só retiraria a roupa para policiais femininas.


Os policiais estavam implacáveis na chance de deixar a acusada a ter uma revista particular somente com duas policias femininas, os policiais insistia o tempo todo para que participasse da revista, a suspeita em gritos tentou a todo tempo impedir a revista mesmo diante de afirmações de testemunhas que a mesma estaria com o dinheiro da propina dentro de suas vestes intimas.

Ao chegar o reforço feminino dentro da sala onde os envolvidos se encontravam o delegado agiu de forma surpreendente e até deixando dúvidas até aonde vai o poder da policia quanto a situações extremas como estas.

Ao decorrer da retirada de suas vestes foi localizado o dinheiro mencionado pelos policiais dentro de sua calcinha, onde de imediato consumando o flagrante foi lhe dado voz de prisão.


Veja o vídeo que alcançou mais de 300 mil acessos na internet.


Texto: ARAUJO ODAIR

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.