JÚLIO OLIVAR TRILHA OS CAMINHOS DE RONDON NO SEU NOVO LIVRO

Odair Araujo | quinta-feira, abril 03, 2014 | 0 comentários

Depois do sucesso dos livros O Mistério do Cônsul (1995), Ruas que Andei (2008) e O Notívago (2013), o escritor Júlio Olivar volta a brilhar no mundo da literatura em 2014. 


No dia 4 de abril, ele lança o seu novo livro Caminhos de Rondon às 19h, na Livraria Café & Letras localizada na Galeria Mirage em Vilhena, importante destino na trajetória do autor e do personagem da obra. 


Júlio Olivar nasceu em Minas Gerais e migrou para Rondônia em 1998, justamente pelo município vilhenense, enquanto Rondon deixou seu legado também na cidade que fica no Cone Sul do Estado. 

Com prefácio do governador Confúcio Moura, Caminhos de Rondon joga luz na caminhada do oficial que desbravou um Brasil desconhecido, buscando o progresso sem perder o foco na valorização humana. 

"Tudo que eu possa puxar da minha memória e do meu coração estará muito longe de dizer a verdade exata do que foi e do que fez Rondon", escreveu o chefe do Executivo sobre o Patrono das Telecomunicações do Brasil. 

Quando se propôs a mergulhar numa minuciosa pesquisa sobre um dos nomes mais reverenciados no cenário nacional, Júlio Olivar, teve como meta guiar os interessados sobre o tema numa viagem pelos locais que ainda guardam relíquias de Rondon em Rondônia. 

Se na condição de jornalista e escritor, ele embarcou num emocionante passeio pelo túnel do tempo para mostrar no presente a caminhada de quem se destacou no passado pela visão de futuro, como superintendente de Turismo do Estado ele sonha em transformar os caminhos de Rondon em pontos turísticos. 

"O imaginário popular consagrou o Marechal Rondon como herói e o mitificou", aplaude Olivar, cuja primeira reportagem que escreveu em Rondônia para o Seminário Folha do Sul de Vilhena foi sobre o abandono da Casa de Rondon, memorial localizado na cidade, onde começou sua paixão pela Amazônia. 

"A partir daí, tornei - me uma voz muitas vezes sem ouvintes que defende a preservação da memória em nome do fortalecimento da própria identidade rondoniense", desabafa Júlio Olivar, que assim como o próprio Marechal Rondon, é digno de ter a sua biografia imortalizada na galeria dos empreendedores que ajudam a construir Rondônia. 

Fonte: assessoria


COMPARTILHE O VILHENA-HOJE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.