Noite marcante para a colônia sulista de Vilhena e região. GUAUCHO DA FRONTEIRA ANIMA BAILE DE ALELUIA .

Odair Araujo | domingo, abril 20, 2014 | 0 comentários


Noite marcante para a colônia sulista de Vilhena e região.

Baile de aleluia impressiona, Sábado, 19-04, casa lotada e uma organização há muito tempo não vista em festas de Vilhena.

Positiva FM e Patronagem do CTG SINUELO DO NORTE, em uma união organizada e de dar inveja a muitos promoters da região trouxeram para animar o tradicional baile de aleluia realizado todos os anos na sede do CTG Vilhena ninguém mais que o “GAÚCHO DA FRONTEIRA”, o mesmo se destacou entre a colônia gaúcha marcando histórias de famílias com suas musicas e versos.

O inicio do baile ficou a cargo de ARI SANTOS E OS RECAMPADOS. 
Uma apresentação foi feita mostrando um pouco da cultura sulista com a invernada dos adolescentes, comandada pelo senhor IVAN que vem destacando um trabalho social de grande importância em nosso município envolvendo e enriquecendo a vida de crianças e adolescentes..

Com muito requinte e sofisticação Gaúchos da Fronteira foi recebido com toda a honraria de um pop star
 pelos presentes no recinto.

Gaúcho da Fronteira esteve em Vilhena no final da década de 80 onde Vilhena ainda era uma criança com muita esperança de crescimento, o mesmo disse que o carinho e a hospitalidade nunca mudou pelo que viu, e que com certeza voltará em Vilhena mais vezes.

Com a presença de grandes empresários e políticos de Vilhena e região o mesmo cantou sucessos de sua longa trajetória, iniciando o show com uma música que para ele é um hino de todo o Brasileiro que mostra a vida e a história de cada um de forma individual.
http://www.youtube.com/watch?v=nwPj0fr-2t4&list=RDnwPj0fr-2t4&feature=share
Podia se ver lágrimas escorrendo em rostos de muitos presente, enquanto o Gaúcho da Fronteira encantava com suas canções. Realmente um show que marcará história na padronagem do CTG de Vilhena.


Herdeiro da Pampa Pobre

Gaúcho da Fronteira








Mas que pampa é essa que eu recebo agora
Com a missão de cultivar raízes
Se dessa pampa que me fala a estória
Não me deixaram nem se quer matizes?
Passam as mãos da minha geração
Heranças feitas de fortunas rotas
Campos desertos que não geram pão
Onde a ganância anda de rédeas soltas
Se for preciso, eu volto a ser caudilho
Por essa pampa que ficou pra trás
Porque eu não quero deixar pro meu filho
A pampa pobre que herdei de meu pai
Herdei um campo onde o patrão é rei
Tendo poderes sobre o pão e as águas
Onde esquecidos vive o peão sem leis
De pés descalços cabresteando mágoas
O que hoje herdo da minha grei chirua
É um desafio que a minha idade afronta
Pois me deixaram com a guaiaca nua
Pra pagar uma porção de contas ...refrão
Eu não quero deixar pro meu filho
A pampa pobre que herdei de meu pai
Eu não quero deixar pro meu filho
A pampa pobre que herdei de meu pai
Veja galeria de fotos completa:
 CURTAM NOSSA PAGINA AJUDE-NOS A CRESCER.

 https://www.facebook.com/VilhenaHoje

 https://www.facebook.com/VilhenaHoje/photos_stream

Texto e Fotos: Araújo Odair

COMPARTILHE O VILHENA-HOJE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.