Morre Arturo Licata, o homem mais velho do mundo

Odair Araujo | segunda-feira, abril 28, 2014 | 0 comentários

Arturo Licata morava em Enna, cidade na ilha italiana da Sicília e completaria 112 anos no próximo dia 2.

 

O italiano Arturo Licata, reconhecido pelo Guinness World Records como o homem mais velho do mundo, morreu no último dia 24, aos 111 anos. Ele morava em Enna, cidade na ilha italiana da Sicília e completaria 112 anos no próximo dia 2.
O recordista assumiu o topo da lista após a morte do espanhol Salustiano "Shorty" Sanchez, aos 112 anos, em setembro do ano passado.

Licata nasceu em 1902  em Castrogiovanni (atual Enna). Aos 9 anos ele começou a trabalhar nas minas de enxofre em Pasquasia, onde ficou até se alistar no exército italiano, em  1921, aos 19 anos. O serviço militar de Licata terminou em 1939, quando ele resolveu investir no mundo dos negócios.

Musico autodidata, aprendeu a tocar violão quando jovem e muitas vezes foi chamado pelos amigos para realizar serenatas. Além da música, Licata cultivou a paixão pela poesia, participando de alguns concursos e vencendo prêmios.

Ele deixa sete filhos, oito netos netos e quatro bisnetos. A esposa Rosa Jannello, com quem casou em 1929, morreu em 1980.

Atualmente, a mulher mais velha do mundo é a japonesa Misao Okawa. Ela tem 115 anos de idade, e também é reconhecida pelo Guinness World Records como a pessoa mais velha do mundo. Ela nasceu no dia 5 de março de 1898 e vive em Osaka.

A maior idade registrada no livro dos recordes até hoje foi a atingida pela francesa Jeanne Louise Calment, que viveu até os 122 anos. Ela morreu em 1997.
Fonte: Bol

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.