MARCOS FELICIANO É RIDICULARIZADO POR REVISTA DE CONTEÚDO ERÓTICO.

Odair Araujo | segunda-feira, abril 07, 2014 | 0 comentários


Marcos Feliciano foi de uma forma degradante exposto por uma revista de conteúdo masculino, a matéria a qual segundo a revista seria uma entrevista com o deputado evangélico tomou um tom de arrogância e desvio de conduta do entrevistador ao edita-la a foto a qual foi postada como imagem principal mostra claramente o que o repórter queria expor a respeito do carate do deputado..

CONFIRA:


Marco Feliciano revela que já usou cocaína e diz que alguns homens têm tara por sexo anal


O deputado federal e ex-presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, Marco Feliciano, abre o verbo em entrevista à “Playboy” deste mês. O político e pastor evangélico, que ganhou projeção nacional por causa das controversas opiniões sobre os direitos homossexuais, contou que já usou drogas como cocaína, e voltou a reafirmar que nunca teve uma relação homossexual.


O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) afirmou em entrevista à edição deste mês de "Playboy" que já usou cocaína e que quem faz sexo anal "não volta mais", segundo informou a assessoria da publicação em texto de divulgação da revista, com previsão de chegar às bancas nesta terça-feira (8).

Feliciano presidiu a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados no ano passado. O mandato dele à frente da comissão foi marcado por embates com grupos de militantes em defesa de homossexuais. Ele recebeu acusações de racismo e se manifestou publicamente contra a união de pessoas do mesmo sexo. No Supremo Tribunal Federal (STF), responde a processo por homofobia.

“Conheci a cocaína nos bailinhos, no fim dos 12 anos. Só a cocaína. Eu tentei a maconha, mas engasguei, nunca consegui fumar nem cigarro. Não conseguia tragar. Com a cocaína era fácil”, revelou.

Ele também afirmou que compreende o prazer que homens possam ter com sexo anal. “Com certeza, tem homens que têm tara por ânus, sim. Eu não entendo muito dessa área porque nunca fiz, graças a Deus, e espero nunca fazer, porque parece que quem faz não volta mais. (Risos). Deve ser uma coisa tão estranha...”, encerra.


Feliciano em foto para a publicação: ele foi o segundo político evangélico com maior número de votos no país e o 12° entre os 70 deputados eleitos pelo estado de São Paulo Foto: Joédson Alves / Divulgação/Playboy



COMPARTILHE O VILHENA-HOJE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.