Começa a construção do novo Centro de Reabilitação em Vilhena

Odair Araujo | sexta-feira, abril 25, 2014 | 0 comentários

O Município de Vilhena tem investido forte em saúde pública. O recém lançado “Pacotão de Obras 2014”, contempla diversos projetos na área. Um deles é o Centro de Reabilitação que começa a ser construído nos próximos dias.
O novo prédio vai contar com estrutura moderna e amplo atendimento médico especializado. O Centro de Ressocialização será construído no setor 04, em área visitada durante a semana pelo prefeito Zé Rover e o secretário municipal de Saúde, Vivaldo Carneiro.
O recurso de R$ 5 milhões está sendo repassado para o município através de convênio com o Miniistério da Saúde, Governo Federal. Além do prédio, o recurso servirá também para a aquisição dos equipamentos. O novo espaço vai contar com médicos de diversas especialidades: otorrinolaringologista, ortopedista, neurologista, psiquiatra, oftalmologista, fonoaudiólogo, psicólogo, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional.
A licitação para inicío da obra ocorre nesta semana e em seguida, passados os trâmites burocráticos, começa a construção. O prédio vai contar com salão para cinesioterapia e mecanoterapia (ginásio), box de terapia, consultórios diferenciados, sala com cabine acústica para equipamentos para avaliação audiológica, laboratório de prótese ocular, sala de orientação de mobilidade, salas de atendimento terapêutico em grupo, entre outros espaços destinados ao atendimento especializado.
“É um espaço destinado a atender melhor a população, com um serviço que já tem sido desempenhado, mas que vamos agora ampliar e melhorar, dando mais comodidade e consequentemente mais resultados no tratamento dos pacientes que fazem uso do Centro de Reabilitação”, destacou o prefeito.
O secretário de saúde explicou que os serviços serão regulados pela Central de Regulação, onde a oferta de vagas será disponibilizada em todos os pontos de atenção da rede, bem como utilizará de indicadores qualitativos como aplicação de questionário de satisfação do usuário, utilização da Ouvidoria do SUS. “Vamos aplicar pesquisas que serão utilizadas para avaliar o serviço e condicionar o repasse dos recursos”, enfatizou Vivaldo.

Semcom

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.