Servidor público pode assumir Prefeitura de Candeias do Jamari

Odair Araujo | segunda-feira, março 24, 2014 | 0 comentários


Com uma campanha humilde, Professor Raimundo (PDT) foi uma surpresa nas eleições municipais 2008 em Candeias

Com a cassação do mandato do atual prefeito de Candeias do Jamari, Osvaldo Souza, o Dinho, o servidor do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), Raimundo das Chagas Teixeira,conhecido como Professor Raimundo, pode concretizar o sonho de se tornar prefeito desse Município – objetivo que vem perseguindo nas duas últimas eleições municipais.

Com uma campanha humilde, Professor Raimundo (PDT) foi uma surpresa nas eleições municipais 2008 em Candeias do Jamari, quando ficou na segunda colocação, deixando para trás o ex-prefeito da cidade e forte empresário Chico Pernambuco. Raimundo foi superado por Dinho Sousa (PV), que é tio do então-deputado federal Lindomar Garçom.

Quatro anos depois, nas eleições de 2012, o Professor Raimundo voltou a disputar o cargo de prefeito de Candeias, com previsões apontando para sua vitória, já que a reeleição de Dinho era improvável em face do alto índice de rejeição. A população se manifestava insatisfeita com o governo e cobrava ações não cumpridas. E nesse cenário,Raimundo fez uma campanha confiante e mais forte, com uma coligação que uniu cinco partidos, além de mais recursos em relação a 2008.

O desenlace das eleições de 2012 foi outra surpresa: o resultado das urnas confirmava a reeleição de Dinho Souza,com uma diferença de apenas 41 votos. Conforme a divulgação oficial, Dinho obteve 3.144 votos válidos (24,73%) e Raimundo teve 3.103 votos (24,41%). O que motivou protestos pelas ruas de Candeias, realizados por eleitores do professor Raimundo. Também foi protocolizado na Justiça Eleitoral denúncias de supostas fraudes praticadas pelo grupo de Dinho durante a campanha.

Crime eleitoral em 2012

O prefeito Dinho Sousa e o vice-prefeito Francisco Sobreira foram acusados pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2012. Passado o caso à incumbência do juiz eleitoral Carlos Augusto Teles de Negreiros, este cassou o mandato do prefeito e do vice-prefeito de Candeias do Jamari, entendo que os mesmos utilizaram ônibus escolar da Prefeitura para o transporte de eleitores a fim de assistirem um comício, além de usarem servidores municipais em campanha eleitoral e veículos da Prefeitura.

O juiz decretou a cassação do diploma e da posse de Dinho Sousa (prefeito) e de Francisco Sobreira (vice-prefeito), declarando-os inelegíveis por oito anos. Também declarou a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos. 

Saiba mais sobre o caso:
http://vilhena-hoje.blogspot.com.br/2014/03/onde-lei-impera-justica-e-feitaprefeito.html


Fonte : Folhadoservidor


COMPARTILHE O VILHENA-HOJE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.