Enchente em Cacoal desaloja famílias.

Odair Araujo | segunda-feira, março 24, 2014 | 0 comentários




A população de Cacoal continua atordoada e não acreditando na forte chuva que caiu sobre a cidade na tarde do último sábado e prosseguiu durante a noite e início da madrugada de domingo. Ninguém esperava que a chuva pudesse trazer uma das maiores enchentes já presenciadas pela população de Cacoal.

O nível do Piarara, um dos quatro rios que cortam o município, subiu de tal maneira que cobriu pelo menos sete pontes que ligam diversos bairros ao centro da cidade. 

Centenas de casas foram atingidas pela água e de acordo com o relatório apresentado pelo 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Cacoal, mais de 80 pessoas ficaram desalojadas. Em algumas casas a altura da água alcançou o telhado das residências.


A correnteza da água foi um dos fatores mais preocupantes para o Corpo de Bombeiros Militar. Segundo o 2º tenente Avelino Carvalho, Subcomandante do 4º GB, em algumas situações de resgate às vítimas, chegou a faltar força ao motor das embarcações de resgate para enfrentar a correnteza. De acordo com o relato de diversas vítimas, móveis foram arrastados pela força da água.


BR-364 está interditada no Km 231,5

Além do perímetro urbano, a enchente atingiu trechos da BR-364. De acordo com informações passadas pela Polícia Rodoviária Federal, foram detectados seis pontos de alagamento, entre os quilômetros 229 e 263, da rodovia federal.

Após o nível da água baixar, ficou em evidência uma enorme cratera que se abriu na BR-364, a aproximadamente 4 quilômetros do centro de Cacoal. Uma galeria desmoronou fazendo com que os dois lados da pista cedessem. Com isso, a BR-364 está interditada, nos dois sentidos, no quilômetro 231,5 da rodovia. Motoristas que seguem com destino à Porto Velho ou Cuiabá estão desviando pela rodovia estadual que liga Rolim de Moura a Pimenta Bueno. 

Em reunião na tarde de domingo, no gabinete do prefeito de Cacoal, Francesco Vialetto, o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para Rondônia e Acre, Fabiano Cunha, afirmou que um serviço paliativo já está sendo feito na BR-364 e deve estar concluído até às 22h deste domingo (23).

Durante a reunião ainda ficou decidido que será decretado Estado de Emergência devido às enchentes em Cacoal. Além disso, uma Comissão Provisória de Defesa Civil será criada para realizar os trabalhos de resposta a esse desastre.


Força da água

A dona de casa Vilma da Silva Luz teve sua casa devastada pela água. Assim como muitas famílias, dona Vilma perdeu praticamente tudo o que tinha. O alimento e o colchão onde passará as próximas noites vieram de doações entregues pela equipe do Governo de Rondônia em Cacoal.

Eu moro nessa casa desde 1993 e esta enchente foi brava, nunca tinha visto. Não sobrou ninguém por aqui que não tenha perdido as coisas tudo. A água começou a subir ainda era dia, veio tão rápido e tão forte que o que a gente tinha subido a água derrubou tudo. Vilma mora na Avenida Marginal. A água atingiu a altura aproximada de dois metros, dentro de sua residência.

O professor aposentado Pedro Patrício é outro morador antigo de Cacoal. Há 24 anos mora na Avenida Nações Unidas e confirma o que todos estão dizendo: “Nunca vi uma enchente como essa . É a primeira vez que causa esse transtorno. É uma situação triste, de calamidade”.

O Comandante do 4º Grupamento de Bombeiros de Cacoal, Tenente Alan Fabrício da Silva Costa relata as ações dos bombeiros para resgatar vítimas das enchentes. 

“Foram empregados todos os recursos materiais e humanos que o 4º Grupamento dispunha para dar o apoio necessário à população cacoalense. Os trabalhos realizados de resgate às pessoas foram realizados em associação com a Polícia Militar, Secretarias de Obras, de Ação Social e Trabalho, Transporte e Trânsito do município, todos empregando também seus recursos materiais e humanos em resposta às ocorrências de enchente. Também contamos com o apoio da população que se solidarizou com as vítimas da enchente e colaborou com os trabalhos”.


Texto e fotos: Giliane Perin
Assessoria Regional de Cacoal
Decom – Governo de Rondônia


COMPARTILHE O VILHENA-HOJE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.