Deputado preso pode receber benefício do Projeto Ressoar.

Odair Araujo | sexta-feira, outubro 25, 2013 | 0 comentários

marcos-donadon-1
Não é novidade que o deputado preso Marcos Donadon o segundo no comando do Clã Donadon  em Rondônia tenta desesperadamente não ficar encarcerado como manda a lei, visto o empenho de seus assessores segundo não remunerados, mas ativos e advogados os quais pertencem à família tentam a qualquer custo realizar as vontades do presidiário.

Visto a oportunidade de ingressar em um projeto do governo federal junto ao SENAI o mesmo não perdeu tempo e mexeram seus contatos pelo menos os que restaram para ser ingressado no projeto que pode tirar por algumas horas das grades a fim de se capacitar em um curso profissionalizante.
Segundo informações que corre pelas redes sociais e mídia geral do estado e  de todo o pais o deputado cairá para a realização e conclusão do curso, mas será monitorado por uma tornozeleira que o vigiará e o monitorará via satélite o tempo inteiro. No entanto, o Estado não teria, no momento, um aparelho disponível. Assim, Donadon terá que aguardar a liberação de alguma tornezeleira.
E a espera deve ser grande. Isso por que existem outros presos que também têm direito ao benefício e que estão à sua frente na fila de espera por uma tornozeleira.
O deputado estadual Marcos Donadon (PMDB), está preso desde 26 de junho no Centro de Correção da Polícia Militar agora com o Programa de Ressocialização dos Apenados de Rondônia, poderá sair e fazer um curso no SENAI. 
Segundo informações da Assessoria de Comunicação do TJ/RO, Donadon se adéqua a uma série de condições que permite a ele gozar do benefício. Ele está inscrito no curso de montagem e manutenção de computadores no SENAI, onde deverá freqüentar de acordo com determinação da Juíza Kerley Regina Ferreira de Arruda, substituta na Vara de Execuções Penais.
O deputado estadual Marcos Donadon foi condenado a 9 anos e 10 meses de prisão por formação de quadrilha, peculato e supressão de documentos.
 O pedido da defesa para que Marcos Donadon pudesse concluir o curso de Direito no FARO foi negado.
Recentemente seu pedido de habeas corpus foi negado pelo Ministro Felix Fischer, Presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ),  pedido pela defesa de Marcos Donadon,  Preso em regime fechado, ele queria aguardar o julgamento do habeas corpus no regime semiaberto.
TEXTO  ADAPTAÇÃO: ARAUJO ODAIR
FONTE DO TEXTO: FOLHA DO SUL ONLINE

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.