Cadáver mumificado de menino de 4 anos é encontrado dois anos após sua morte em berço no quarto da mãe.

Odair Araujo | quinta-feira, setembro 19, 2013 | 0 comentários

Uma mãe está sendo julgada após acusação de homicídio culposo pela morte de seu filho de quatro anos de idade. Segundo informações o garoto havia morrido de fome.
 
Para deixar a situação ainda mais agravada, o corpo de Hamzah Khan foi descoberto pela polícia no berço em que dormia no quarto da mãe, Amanda Hutton. Com isso, os oficiais conseguiram mais uma prova de maus-tratos da mulher para com o jovem.

O crescimento do pequeno havia sido atrofiado por conta da desnutrição causada pela mãe. Sua morte foi confirmada pelo motivo de fome. O caso gerou polêmica, principalmente pela não aceitação de uma pessoa morrer de fome na Inglaterra, país desenvolvido, em pleno século 21. 

A polícia descobriu o corpo do menino, dois anos depois de sua morte, por conta do cheiro vindo da casa de Amanda. Eles ficaram espantados com as condições de miséria da casa e principalmente com o cadáver mumificado.

Segundo o promotor do caso, a mulher abusava do uso de álcool. O pai do menino havia se separado da mulher e foi viver em outro lugar. Não existem evidências de que ele fosse violento com Amanda antes da separação. 

A mulher se defendeu dizendo que havia procurado um farmacêutico para ajudá-la a cuidar do filho já em condições precárias de saúde. Ao chegar em casa encontrou o menino perto da morte. Tentou reanimá-lo, mas já era tarde demais. 

Ao que tudo indica, após sua morte a mulher começou a beber uma garrafa de vodka por dia. O promotor afirma que ela não fez nenhum chamado para uma ambulância ou médico. Segundo ele, algumas horas após a morte do garoto ela realizou um telefonema pedindo uma pizza. 

O julgamento ainda está em andamento.




Fonte: Daily Mail

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.