Bloqueada, BBom propõe ao Ministério Público Federal reformular negócios

Odair Araujo | terça-feira, julho 30, 2013 | 0 comentários

Suspeita de ser uma pirâmide financeira, a BBom sugeriu ao Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO) que poderia reformular seu modelo de negócios. A proposta, porém, não vai ter nenhum impacto imediato sobre a liminar que, no início do mês, congelou contas da empresa.


Representantes da BBom reuniram-se nesta sexta-feira (26) com a procuradora da República em Goiás, Mariane de Mello, responsável pelas investigações.
A empresa solicitou o encontro com o objetivo de, segundo sua assessoria, “apresentar esclarecimentos” e dissociar a imagem da BBom da Telexfree – também suspeita de ser uma pirâmide financeira e que teve suas contas congeladas.
Segundo a assessoria do MPF-GO, os representantes da BBom mostraram preocupação em “reformular” a empresa e sugeriram a possibilidade de contratar uma consultoria externa para esse trabalho. A procuradora se comprometeu a analisar os documentos que vierem a ser apresentados.
Durante o encontro, porém, não foi discutido nenhum acordo ou proposta de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que pudesse levar à revogação da liminar que bloqueia as atividades da empresa. Também não ficou agendada nenhuma nova reunião.
A assessoria da BBom não comentou a possibilidade de contratar uma consultoria externa para reformular os negócios.

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.