Daniela Mercury diz que pastor Marco Feliciano é “incapaz de amar” e zomba: “Xô, satanás”

Odair Araujo | terça-feira, junho 04, 2013 | 0 comentários



Um dia antes de se apresentar na Parada Gay em São Paulo, a cantora Daniela Mercury fez um show numa casa noturna no Rio de Janeiro e teceu novas críticas ao pastor Marco Feliciano, sem citar seu nome diretamente.




Daniela Mercury diz que pastor Marco Feliciano é “incapaz de amar” e zomba: “Xô, satanás”As críticas eram direcionadas, segundo Mercury, a um “tal político que não sabe respeitar o amor entre pessoas do mesmo sexo”.


De acordo com o jornal Extra, Mercury afirmou ainda que Feliciano não teria capacidade de amar: “Esse povo fala muito de sexo, mal sabem como é bom. Esse deputado acha que sabe o que é melhor para a gente. Fica lá na igreja julgando, falando o que é certo e o que é errado, se metendo na vida dos outros, mas é incapaz de amar. Sexo é muito bom, minha gente! Viva a liberdade! Viva o amor! E xô satanás”, disse a cantora, que também comemorou a decisão do Conselho Nacional de Justiça, que obriga os cartórios a registrarem o casamento gay: “Viva a união civil! Vamos todos dizer sim ao casamento, acabar com o preconceito e a hipocrisia”.


Durante sua participação na Parada Gay, a cantora voltou a atacar o pastor: “Feliciano, qualquer maneira de amor vale a pena”, disse ela, enquanto começava a cantar a música de Milton Nascimento, “Qualquer maneira de amor vale a pena”.


No encerramento de seu show, Daniela mais uma vez politizou sua apresentação, incitando os presentes a pedirem a destituição de Marco Feliciano da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados.


“Se a gente já tirou um presidente, não é possível que o governo mantenha na comissão alguém que não nos representa. Vamos usar o nosso poder cotidiano, não deixando ninguém desrespeitar ninguém. Isso é ser cidadão”, disse, segundo informações da Folha de S. Paulo.

FONTE:

Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.