FALTA VERGONHA!!!

Odair Araujo | quinta-feira, maio 16, 2013 | 0 comentários


 Saúde pública: médica escancara o problema
e mostra o que está mesmo em falta no País:


Alguns leitores já devem ter lido, pois circula na internet, mas isso não me desobriga de publicar aqui o desabafo da doutora Juliana Mynssen, médica de hospital público. Não se pode desconsiderar a possibilidade serem, nome e profissão, serem fictícios, já que isso não reduziria em nada a verdadeira tragédia do sistema público de saúde no Brasil. O mesmo que anuncia a importação de seis mil agentes cubanos apresentados como médicos e se propõe a pagar R$ 250 mil anuais por cabeça aos traficantes de escravos (o salário dos “médicos” será pago diretamente à ditadura cubana, que fica com 90%). Eis a carta:
Hoje quase bati meu carro na curva, próximo à entrada do hospital do plantão. A BandNews anunciava o acordo do governo petista de Dilma, a feia, para a importação de 6.000 médicos para os locais insólitos do País. Porque falta médico..... Porque falta.... 

Às 6 horas da noite chegava no hospital. Mas o meu plantão só começa às 8... 
Estava fugindo do engarrafamento mais cedo quando uma amiga mandou uma mensagem: "o plantão está fogo”. Estava entrando numa apendicite e chegou um baleado". E lá foi a Ju atrás de sangue. Ok. O mais sensíveis não podem mais ler.

"Como se opera um baleado de abdome e perna no SUS?" Lições para ...a vida (?.) Falta sangue. Hoje não tinha nenhuma bolsa de sangue no hospital. Nenhuma. Falta ortopedista. O Estado passa por uma grande crise de contratação - há médicos - mas falta a burocracia para estabelecer contratos de emprego. E falta dinheiro para concursos públicos com salários dignos.

E aí, estão em casa... Esperando resolver. E aí o chefe da ortopedia veio de casa para operar o paciente. Faltam fios cirúrgicos. Falta antibiótico. Falta vaga no CTI. E o centro cirúrgico vira pós-operatório, cheio de pacientes aguardando uma vaga no CTI...  E aí, eu estava esperando a circulante de sala voltar com material, cirurgia parada, e reclamei (aahh como reclamo!) que faltavam mais circulantes na sala com um paciente grave!

Eram dois 
anestesistas, dois cirurgiões gerais, um cirurgião vascular, um cirurgião instrumentando (é, grande parte do SUS não paga por instrumentadoras, então o médico faz esse outro papel), 01 ortopedista no lado de fora e outra equipe de 02 cirurgiões na emergência. E aí disse.... "Eu tenho 6 médicos em sala e só uma circulante para fazer tudo??" (6 e 1/2, Ortopedista é café-com-leite, né?). E quando penso em sair... "Nãooo sua louca, lá fora os outros estão pior!"

Só me resta perguntar: importaremos de Cuba também macas? Fios? Antibióticos (hiii a Anvisa...)? Enviaremos pacientes para os CTIs de lá? (Já vejo a FAB envolvida..) E sobre regras de transfundir sangue cubano por aqui? Aahh, conheço alguém na "Comissão dos Direitos Humanos" que vai adorar esse tema!


Os Castro vão fornecer o quê mais? Falta dignidade. Falta salários. Falta gente (brasileira) capacitada e bem-formada. Vamos falar do interior? Dos locais inóspitos? 
Faltam estradas para ambulâncias. Falta água e saneamentos para as doenças infecto-contagiosas. Falta o povo saber ler a receita médica.

Estive no Pará para treinar médicos com o ATLS. Tinham médicos lá. Mas na cidade, faltou luz e demos aula no gerador. Revalidar o diploma de médicos estrangeiros não é o problema. Precisamos revalidar o diploma de quem rege o nosso país. Mas, como nossos governantes, atuais e anteriores, nunca se importaram mesmo com Educação, isso não deve ser importante.


Falta muita coisa.... Ah, se não falta. Tadinha de Cuba. Uma ilha tão pequena para resolver a carência de tanta coisa... Quando souber no que se meteu.... Haja charutos!


Category:

0 comentários

CADA PESSOA SE RESPONSABILIZA PELO QUE FALA.